A Mansão Foster para Amigos Imaginários

Foster’s Home for Imaginary Friends (no Brasil, A Mansão Foster para Amigos Imaginários) é uma série de desenho animado estadunidense produzida e exibida pelo Cartoon Network e criada por Craig McCracken, o mesmo criador de As Meninas Superpoderosas.

O desenho conta a história de um menino de 8 anos chamado Mac, que foi obrigado a abandonar seu amigo imaginário, Bloo, porquê sua mãe já o achava que estava velho demais para ter um. Com medo de perder o seu melhor amigo, Bloo vê um comercial na televisão sobre um abrigo para amigos imaginários. Logo, ele decide levar Mac para conhecer a Mansão Foster. Na mansão, eles conhecem vários amigos, como, Minguado, Eduardo e Coco, mas acabam descobrindo que para Bloo poder ficar ele poderá ser adotado.

Sem outra opção, Mac decide deixar Bloo na mansão, depois de muita confusão com Terrível e a amiga imaginária Duquesa. A Madame Foster deixa Bloo viver na mansão contanto que Mac venha visitá-lo todos os dias.

O desenho fala sobre amigos se tornarem seres físicos no instante uma criança imagina eles.

Infelizmente para os amigos, as crianças livram-se deles em torno de 7-8 anos. Para isso foi criada a Mansão Foster que serve para abrigar amigos abandonados pelos seus donos.

Existem (de acordo com o episódio “Setting A President”) 1340 amigos imaginários na mansão, no entanto, no final de “Emancipation Complication” Madame Foster afirma que existem 2038 amigos imaginários que atualmente residem na casa, mais Bloo e Mr. Herriman (Sr. Coelho), amigo imaginário de Madame Foster que ela nunca abandonou. A lema da casa é “Onde boas idéias não são esquecidas”.

A inspiração veio quando Craig McCracken e sua esposa, Lauren Faust, adotou um par de cães de uma adopção abrigos. McCracken imaginando como seriam as coisas se houvesse um lugar para essas figuras da infância.

Mac

Mac é um garoto de oito anos de idade e é um pouco tímido e certinho, mas com seu amigo imaginário Bloo ao seu lado, o mundo fica ótimo. É o oposto do Bloo, como se um completasse o outro. O único problema é que o excesso de açúcar pode deixa-lo maluquinho.

Bloo

Bloo tem uma personalidade muito forte. Além de apresentar ter muita energia (por exemplo, nos episódios Um dia Apertado e Crime à Crime) e acredita que merece elogios tendo freqüentemente ilusões de grandeza (por exemplo, nos episódios Bloo Pare-o e A Esperteza do Bloo). Quando o Bloo foi criado era para ter uma personalidade doce, delicada e amável, fazendo de tudo para proteger seu melhor amigo, Mac.

Minguado

Ele perdeu o braço direito e a visão do olho esquerdo em um jogo de basquete há uns trinta anos, mas é o mais otimista e gentil da casa, e provavelmente o mais alto, também. A palavra mais freqüente em seu vocabulário é “desculpe”. Mesmo sem um braço, ainda é um ótimo jogador, seu criador é o jogador de basquete Michael Jordan.

Eduardo

Eduardo é muito medroso, apesar da aparência monstruosa. Foi imaginado por uma garota que morava em um bairro perigoso, e que atualmente é uma policial. Curioso que no episódio “A nova casa de Bloo – 1ª parte”, ele diz ter muito medo de moscas; no episódio “O dia de adoção”, ele fica furioso e estressado com uma aranha de pelúcia. Eduardo tem por comida preferida batata frita e fala com um sotaque espanhol.

Coco

Coco é uma mistura de coqueiro, avião e galinha que bota ovos de plástico coloridos com surpresas (como os do Kinder Ovo). Ela é maluca e só sabe dizer “Coco“. É a mais esperta da turma. Parece estranho, mas ela tem medo de voar.